CULTURA

Morre aos 89 anos Paulo do Bar, ícone da cultura arapiraquense

Artista estava em tratamento de um câncer no esôfago no Hospital Chama, em Arapiraca


icon fonte image

  Fonte: Gazetaweb com 7 Segundos

Morre aos 89 anos Paulo do Bar, ícone da cultura arapiraquense

Morre aos 89 anos Paulo do Bar, ícone da cultura arapiraquense   Foto: Reprodução

Postado : 14/10/2021

Morreu, na manhã desta quinta-feira (14), Paulo Lourenço, empresário e ícone da cultura arapiraquense. Ele estava internado no Hospital Chama, desde a primeira semana de outubro, em tratamento de câncer no esôfago.

Segundo informações da família, o câncer havia sido descoberto recentemente e Paulo Lourenço estava fazendo sessões de quimioterapia e de radioterapia.

Mesmo com seus 89 anos de idade, Paulo do Bar - como ficou conhecido pela sociedade arapiraquense, por ter fundado um dos bares mais ecléticos e com um dos maiores acervos de vinil, os famosos LP’s (Long Play), de 12 músicas, nacionais e internacionais, - vivia ávido pela cultura e mostrava seu talento em projetos culturais com apresentações na Praça Margarida Gonçalves, a Praça do Artesanato, no Parque Ceci Cunha.

Bar do Paulo

O Bar do Paulo, se estivesse ainda na ativa, daria um ar autêntico às noites arapiraquenses, como sempre deu nas décadas passadas, principalmente nos anos de 1970. A casa de esquina, de número 357, onde se encontram as Ruas Don Jonas Batingas e São Luiz, no bairro de Ouro Preto, foi o point durante décadas de escritores, militantes, músicos e jovens sonhadores, que conversavam sobre o novo cinema, a política efervescente, a música e a literatura mundiais e nacional.

Entendendo a importância de sua contribuição à cultura local, a Prefeitura de Arapiraca resolveu homenagear diversos mestres e destaques do âmbito, e Paulo Lourenço da Silva, dono do famoso estabelecimento, recebeu honraria em cerimônia realizada em agosto de 2013, no Museu Zezito Guedes, quando tinha 81 anos de idade.

À época, em 2013, dos meses de março até o começo de junho, sob determinação da então prefeita Célia Rocha, para coroar a data de 40 anos do bar, foi realizado o projeto “DJ do Agreste” aliado ao Som do Mercado, que acontecia todas as quintas-feiras, com performance de Paulo selecionando músicas de seu enorme acervo de vinis.

 

Comentários

Escreva seu comentário
Nome E-mail Mensagem