MUNICÍPIOS

Menino de 2 anos que sofreu queimaduras com explosão de celular continua internada no Hospital de Emergência do Agreste

Sua irmã, de 10 anos, por sofrer queimaduras mais graves, foi encaminhada para tratamento em hospital de Maceió


icon fonte image

  Fonte: Da Redação

Hospital de Emergência do Agreste

Hospital de Emergência do Agreste   Foto: Reprodução/Redes Sociais

Postado : 16/07/2021

O Notícia Quente entrou em contato agora a pouco com Gilvânia dos Santos, a mãe das duas crianças que sofreram queimaduras no corpo, provocadas pela explosão de um aparelho celular, no quarto onde os menores dormiam, no Povoado Santiago, zona rural de Pão de Açúcar, recebeu a informação de que seu filho, de 2 anos e 7 meses, continua internado no Hospital de Emergência do Agreste (Arapiraca), sem previsão de alta. Segundo a mãe, a criança sofreu queimaduras na cabeça, no rosto e nos braços e, por isso, requer cuidados médicos. Gilvânia confirmou que está fazendo companhia ao filho, já que ele tem apenas dois anos e é muito dependente dela.

Já a garotinha, de 10 anos, devido às queimaduras terem atingido mais de 50% do corpo, foi encaminhada para o hospital que trata de queimaduras, em Maceió. O estado de saúde da menina é muito delicado e requer muitos cuidados.

“Gostaria muito de poder me dividir para dar assistência aos meus dois filhos que estão precisando de mim, mas, infelizmente, não posso. Estou fazendo companhia ao meu filho e uma madrinha está acompanhando minha filha”, disse Gilvânia.

Por volta das 18h desta sexta-feira, a pedido, a reportagem do Notícia Quente recebeu um áudio enviado por Gilvânia dos Santos, informando o estado de saúde das duas crianças. Segundo ela, as crianças apresentam um quadro de melhora, mas continuam sob cuidados médicos.

Campanha Filantrópica

Através de uma live, realizada em sua página no Facebook, o jornalista Helio Fialho lançou uma campanha filantrópica,  com o objetivo de ajudar à família que teve parte de sua casa destruída pelo fogo, logo após a explosão de um aparelho celular que estava sendo carregado no quarto onde as crianças estavam dormindo. A menina havia deixado o carregador ligado à tomada elétrica e o celular (carregando) próximo a seu travesseiro, enquanto dormia.

O incêndio destruiu as camas, os colchões, o guarda roupa, a fiação e uma parte da cobertura das paredes do quarto onde dormiam os dois menores.

 

As pessoas podem doar a quantia que quiser, por meio de transferência ou depósito bancário, para Gilvânia dos Santos, cujos dados são: AGÊNCIA CAIXA: 3137  - OPERAÇÃO: 013  - CONTA POUPANÇA: 9135-4. Confira abaixo.

(Matéria atualizada às 18h50min do dia 16 de julho de 2021)

 

Comentários

Escreva seu comentário
Nome E-mail Mensagem