NOTÍCIAS

Bolsonaro determinou que ministro suspenda cortes nas universidades, diz deputado

O recuo do presidente acontece um dia antes da greve histórica contra o desmanche na Educação, marcada para esta quarta-feira(15).


icon fonte image

  Fonte: Cada Minuto com O Povo

Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro   Foto: Reprodução / TV NBR

Postado : 14/05/2019

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) determinou que o ministro da Educação Abraham Weintraub suspenda os cortes nos orçamentos das universidades federais. A informação foi repassada pelo deputado federal Capitão Wagner, do Pros. O recuo do presidente acontece um dia antes da greve histórica contra o desmanche na Educação, marcada para esta quarta-feira(15).

Segundo o parlamentar, que esteve reunido com o presidente nesta tarde, Bolsonaro telefonou para Weintraub e exigiu que o ministro suspenda o congelamento dos recursos das instituições, feito após recomendação do Ministério da Economia.

Só em Alagoas, o corte estabelecido foi de mais de R$ 39 milhões, na Universidade Federal de Alagoas (UFAL), e de R$ 18 milhões, no Instituto Federal (Ifal).

Ainda de acordo com Wagner, o presidente também ordenou que o ministro da Educação realize coletiva e informe que o contingenciamento foi desfeito.

A decisão de Bolsonaro foi tomada logo depois que a Câmara aprovou por 307 votos a 82 a convocação de Weintraub para explicar os cortes nos orçamentos das federais.

O ministro é esperado amanhã na Casa, mesmo dia em que estão previstos atos organizados por entidades ligadas à educação, além de professores e estudantes das redes públicas e privadas.

Comentários

Escreva seu comentário
Nome E-mail Mensagem