POLÍCIA

Polícia prende três suspeitos de matar empresário em Olho D'Água das Flores

Crime foi planejado por dono de lava jato da cidade, segundo a polícia; ele devia dinheiro à vítima e simulou sequestro para receber valor do resgate da família


icon fonte image

  Fonte: Com TNH1- Da Redação

  Foto: Reprodução

Postado : 27/02/2021

Policiais da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), sob o comando do delegado Gustavo Xavier, prenderam, na noite dessa sexta-feira, 26, três suspeitos na morte do empresário Gilmário Alencar, que era dono de uma funerária em Olho D’água das Flores e que estava desaparecido desde o último dia 24. Um quarto suspeito de participação no crime morreu em confronto com os policiais.

De acordo com o delegado Gustavo Xavier o crime foi planejado pelo proprietário de um lava jato da cidade, que contou com a participação de dois funcionários e do genro dele. O dono do lava jato e o genro deviam R$ 10 mil e R$ 8 mil, respectivamente à vítima, que vinha cobrando a dívida.

 
 

Empresário Gilmário Alencar

Enquanto isso, para simular um sequestro, o dono do lava jato levou o veículo da vítima, uma Hilux SW4, para Arapiraca, onde o abandonou em um posto de combustíveis.

“Além de se livrar da dívida pela qual vinha sendo cobrado, o dono do lava jato tinha a intenção também de conseguir o dinheiro do resgate com a família da vítima”, disse o delegado Gustavo Xavier.

Após abandonar o veículo de Gilmário, o dono do lava jato foi trazido de volta a Olho D’Água das Flores pelo genro, que dirigia um veículo Fiorino.

Ao chegaram à cidade, o dono do lava jato e seus dois funcionários colocaram o corpo da vítima na carroceria da Fiorino e seguiram em direção à zona rural da cidade, onde o corpo do empresário Gilmário Alencar foi incendiado em um tipo de tonel.

Foram apreendidos com os suspeitos uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 38.

 

 

Comentários

Escreva seu comentário
Nome E-mail Mensagem