MÚSICA

Pão de Açúcar, neste sábado, será palco do I Encontro de Bandas Filarmônicas do Estado de Alagoas 2019

Por ocasião deste grandioso evento, a Banda Sociedade Musical Guarany, de Pão de Açúcar, estará comemorando 101 anos de existência. Na oportunidade, a filarmônica de Pão de Açúcar, fundada pelo maestro Nozinho, em 1918, estará inaugurando o uniforme doado


icon fonte image

  Fonte: Da Redação

  Foto: Reprodução/Divulgação

Postado : 20/03/2019

Neste sábado (23), a cidade ribeirinha de Pão de Açúcar sediará o I Encontro de Bandas Filarmônicas do Estado de Alagoas 2019. O início deste grande evento cultural está previsto para as 17 horas e terá como local a Avenida Ferreira de Novais (próximo do Paço imperial).

Segundo informações do coordenador municipal de Cultura, Johann Magnus Souza, várias bandas musicais estarão participando deste Encontro que reunirá mais de 300 músicos, dentre as filarmônicas que estarão presentes, destacamos: Traipu (Lira Traipuense), Marechal Deodoro (Carlos Gomes), Piranhas (Mestre Elísio José de Souza), Água Branda (Santa Cecília), Penedo ( Maestro Júlio Catarina), além da Banda Sociedade Musical Guarany (Pão de Açúcar).

Segundo, ainda, Johann Magnus, as bandas estarão saindo de vários pontos da cidade e passarão por diversas ruas com destino ao local de concentração das mesmas, na Avenida Manoelito Bezerra Lima (Farol). De lá sairão todas, simultaneamente, em direção à Avenida Ferreira de Novais (orla fluvial), onde estarão se apresentando, na Praça do Paço Imperial.

Por ocasião deste grandioso evento, a Banda Sociedade Musical Guarany, de Pão de Açúcar, que tem como presidente Eberval Almeida de Souza, vai estará comemorando 101 anos de existência. Na oportunidade, a filarmônica de Pão de Açúcar, fundada pelo maestro Manoel Vitorino Filho (Mestre Nozinho), em 1918, estará inaugurando o uniforme doado pelo prefeito Flavinho Almeida.

Neste grandioso Encontro, a Federação das Bandas de Músicas e Fanfarras de Alagoas, que tem como presidente o maestro e professor Luiz Carlos Sandes Paranhos, estará prestando uma homenagem in memoriam  ao maestro Manoel Leandro Simplício, o lendário “Mestre Manuca”, que  nasceu em União dos Palmares, em 02 de março de 1904, e faleceu em Maceió, no dia 2 de julho de 1995.

Para quem não sabe, o saudoso Mestre Manuca, na qualidade de músico, teve uma  trajetória de sucesso, onde foi regente  da Banda de Música da Polícia Militar de Alagoas,  mestre da Banda Francisco Pedrosa (de Coqueiro Seco), professor no Orfanato São Domingos (de Maceió) e  regente da Banda de Música da Escola Técnica Federal de Alagoas. Ele é o autor do hino da briosa Polícia Militar de alagoas.

Para os amantes de Pão de Açúcar, terra conhecida como grande celeiro de talentosos e famosos músicos, o I Encontro de Bandas do Estado de Alagoas significa um extraordinário presente à Terra de Jaciobá, logo no mês em que o município completa 165 anos de sua emancipação política. 

O I Encontro de Bandas Filarmônicas do Estado de Alagoas, evento realizado pela Federação das Bandas de Músicas e Fanfarras de Alagoas, tem o apoio da Secretaria de Cultura do Estado de Alagoas, Pró-Bandas Alagoas e  Prefeitura Municipal de Pão de Açúcar.

Neste evento, já estão confirmadas as presenças do prefeito Flavinho Almeida, da secretária municipal de Educação, Cultura, Turismo e Esporte, Ana Valéria Peixoto, além de outras autoridades municipais.

 

Orquestra Sinfônica ou Filarmônica – qual a diferença?

Basicamente nenhuma!

Orquestras filarmônicas passam a ideia de entidades independentes, autogeridas e financiadas por membros da sociedade, enquanto as sinfônicas são percebidas como organizações mantidas por governos.

Geralmente uma orquestra sinfônica é mantida pelo poder público, federal, estadual ou municipal. Já uma orquestra filarmônica é mantida por uma associação de amigos, uma entidade organizada que capta recursos para a manutenção do grupo.

Essa oposição, no entanto, não existe mais na prática. Hoje, quase todas as grandes orquestras, sejam sinfônicas ou filarmônicas, procuram captar verbas de fontes públicas e privadas.

Mas a quantidade de instrumentos é a mesma, o repertório é o mesmo – tudo igual. São igualmente famosas e importantes orquestras como a Filarmônica de Berlim, a Filarmônica de Viena, a Sinfônica de Londres ou a Sinfônica de Chicago.

Na sua origem, o termo filarmônico está relacionado a filarmonia. “Filo”, (no grego philos), exprime a noção de amigo e harmônico (harmonikos) exprime a noção de harmonia, de equilíbrio.

Assim, filarmônica pode designar tanto uma agremiação ou sociedade musical quanto uma orquestra sinfônica.

Destarte, filarmônica ou sinfônica, o importante é ir aos concertos e desfrutar das apresentações desses grupos para os quais foram criadas verdadeiras obras-primas!

 

Fonte: O Globo/Gazetaonline

Comentários

Escreva seu comentário
Nome E-mail Mensagem

anuncie aqui