MÚSICA

Pão de Açúcar de Luto: Morreu nesta madrugada o maestro Petrúcio Ramos, aos 74 anos

O maestro Petrúcio Ramos possui uma vasta folha de serviços prestados a sociedade pão-de-açucarense, onde muito contribuiu com seus ensinamentos musicais para a formação de excelentes músicos.


icon fonte image

  Fonte: Da Redação

Maestro Petrúcio Ramos de Souza...

Maestro Petrúcio Ramos de Souza...   Foto: Reprodução/Redes Sociais

Postado : 01/01/2021

A cidade de Pão de Açúcar acordou com uma triste notícia: morreu nesta madrugada, em Pão de Açúcar, o famoso maestro Petrúcio Ramos de Souza, aos 74 anos. As primeiras informações dão conta que ele se sentiu mal,  por volta de 1 hora e 30 minutos desta sexta-feira (1º), enquanto tocava em sua casa com alguns amigos, comemorando a chegada de 2021, e pediu para ser socorrido, vindo a entrar em óbito. Informações não confirmadas, até agora, é que o maestro pode ter sofrido uma embolia pulmonar ou infarto.

Segundo informações da esposa Marinita Ferro, o corpo do maestro  foi conduzido à cidade de Santana do Ipanema, onde estão sendo feitos os procedimentos para o funeral. Segundo, ainda, informações da viúva, ele será sepultado no Cemitério São Francisco de Assis, na cidade de Pão de Açúcar, às 9 horas da manhã de sábado (2), já que a família está aguardando a vinda de filhos e outros membros da família Ramos. O corpo será velado, a partir de meio-dia de hoje, na residência do falecido, na Rua Professor Antônio de Freitas Machado, centro de Pão de Açúcar.

Um dos pedidos do falecido foi, quando morresse, queria ser sepultado vestido no uniforme da Aeronáutica, já que o mesmo fazia parte do quadro de oficiais reformado desta instituição militar.

O maestro possui uma vasta folha de serviços prestados a sociedade pão-de-açucarense, onde muito contribuiu com seus ricos ensinamentos musicais para a formação de excelentes e famosos músicos, além de ter ajudado muitos jovens pão-de-açucarenses a ingressar na Aeronáutica, em Salvador (BA). Um dos brilhantes e muitos trabalhos prestados à Terra de de Jaciobá por Petrúcio Ramos foi a gravação de um CD com o hino oficial do município, onde o maestro atuou como regente da Banda Musical Gurany.

Um das grandes decepções do maestro Petrúcio Ramos, segundo ele, foi não ter recebido, em Pão de Açúcar, o apoio e reconhecimento das autoridades municipais constituídas, no tocante ao magnífico projeto de dar aulas de música para crianças e adolescentes de sua terra natal, pois desempenhava esta missão com seus próprios recursos, onde chegou a doar dezenas de instrumentos musicais a alunos seus que se destacaram, inclusive, adquiridos com seus próprios recursos. Ele era maçom e sempre contava com o apoio da Maçonaria em seus projetos.

O maestro vem de uma família de músicos talentosos e muito conhecidos, sendo seus seis irmãos: José Ramos (falecido), José César (falecido), Acilon (falecido), Anacleto, Valter e Terezinha. Ele deixa quatro filhos  (Márcia, Marli, Rosani e Arthur) e a viúva Marinita Ferro.

Mais informações a qualquer momento.

 

O maestro Petrúcio Ramos a frente de uma banda musical. Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

O maestro Petrúcio ramos com o pesquisador Wilson Lucena - Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

 

O maestro Petrúcio Ramos, o violonista Willbert Fialho,

a esposa do maestro, Marinita Ferro, em Salvador (BA),

durante a conclusão do Mestrado de Willbert Fialho.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

O maestro Petrúcio Ramos com joverns músicos de Piranhas (AL). Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

O maestro Petrúcio Ramos com o amigo Darival Lira, em Recife (PE). Foto: Arquivo de

Darival Lira/Cortesia

 

O maestro Petrúcio Ramos durante fazendo uma de suas apresentação.    Foto: Reprodução/Redes Sociais.

 

Comentários

Escreva seu comentário
Nome E-mail Mensagem

  • 01 de Janeiro de 2021 O nome do filho dele é Rodrigo
    Nilton Souza 02 de Janeiro de 2021 O maestro Petrucio Ramos com sua competência e determinação ajudou a cultura bandistica de Pão de Açúcar. Foi, antes de tudo, um professor de uma geração de músicos, parte integrante das forças armadas espalhados pelo Brasil. Pão de Açúcar fica mais pobre com essa perda Cultural.