MUNICÍPIOS

Operação Carro-Pipa retoma distribuição de água em 38 municípios alagoanos

Distribuição de água chegou a ser suspensa no mês passado


icon fonte image

  Fonte: Com Gazetaweb - Por Regina Carvalho

  Foto: Reprodução/Gazetaweb/Assessoria/BIMTz

Postado : 26/03/2021

Trinta e oito municípios do semiárido alagoano começaram a receber água potável, nesta sexta-feira (26), sob responsabilidade do 59º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMTz). A Operação Carro-Pipa deve beneficiar cerca de 150 mil pessoas, com distribuição de segunda a sexta-feira, mas que excepcionalmente ocorrerá também neste sábado (27).

O serviço chegou a ser suspenso no mês passado, mas com a retomada, foram contratados para a distribuição da água potável nos municípios alagoanos 196 caminhões, que seguirão cronograma disponibilizado pelo BIMTz. “Foi dado mais um passo importante para a retomada da Operação Pipa. Quero agradecer o empenho da bancada federal alagoana que esteve ao lado do municipalismo e cobrou o retorno dessa operação tão importante”, destacou o prefeito Hugo Wanderley, presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

De acordo com informações do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), houve a descentralização de R$ 62,46 milhões para o Ministério da Defesa (MD), com o objetivo de retomar a execução da Operação Carro-Pipa federal em toda a região rural do Semiárido, após repasse emergencial de quase R$ 90 milhões nos meses de janeiro e fevereiro.

“Porém, o retardo na aprovação do Projeto de Lei Orçamentária Anual 2021 (PLOA) pelo Congresso Nacional desencadeou a paralisação temporária do serviço. Com a aprovação do PLN 1/21 no Congresso Nacional, no dia 17, e

com a publicação da Lei 14.127, de 22 de março, foi ampliada a execução orçamentária provisória para este ano, abrindo crédito extraordinário para a retomara da OCP Federal em sua integralidade”, informa o MDR.

A Operação Carro-Pipa abrange os estados do Nordeste e parte de Minas Gerais e do Espírito Santo e beneficiou – no ano passado - cerca de 2 milhões de pessoas em 600 municípios. Segundo a assessoria do Exército, as localidades contempladas fazem parte do decreto emergencial do governo do Estado.

 

Comentários

Escreva seu comentário
Nome E-mail Mensagem