ESPORTES

No Clássico das Multidões, CSA vence o CRB por 1 a 0 e garante a classificação antecipada às semifinais do Alagoano

Azulão dominou o Galo durante toda a partida e quebrou o jejum de quatro jogos sem triunfar no clássico


icon fonte image

  Fonte: Com Gazetaweb - Por Daniel de Oliveira

Azulão foi dominante e conquistou uma grande vitória no clássico

Azulão foi dominante e conquistou uma grande vitória no clássico   Foto: Reprodução/Gazetaweb/Ailton Cruz

Postado : 01/05/2021

No Clássico das Multidões marcado pela ausência dos dois técnicos, infectados pelo novo coronavírus, CSA e CRB fizeram uma das melhores partidas no confronto recente. Quem se deu melhor neste sábado (1º) foi o Azulão, que fez um grande jogo, venceu por 1 a 0 e carimbou a sua classificação para as semifinais. Com o triunfo, o time marujo também quebrou um jejum de quatro jogos sem bater o rival. A partida, disputada no Rei Pelé, fechou a oitava rodada do Campeonato Alagoano.Bruno Mota anotou o tento azulino e chegou ao seu sexto gol na competição. Com isso, o meia do Azulão assumiu a liderança do Estadual de forma isolada. A vitória no clássico alavanca o time alviceleste para a liderança da competição, com 15 pontos. O Galo, por sua vez, cai para o segundo lugar com os mesmos 13 pontos.

Clique aqui para conferir como foi o Clássico das Multidões através do Tempo Real da Gazetaweb.

Além do adiamento da estreia do técnico Bruno Pivetti pelo time marujo, o novo coronavírus também tirou o lateral-esquerdo Vitor Costa do Clássico das Multidões. O defensor testou positivo na última quarta-feira. No lado regatiano, o atacante Ewandro também foi infectado e desfalcou a equipe neste sábado.

Agora, CSA e CRB se preparam para a última rodada do Alagoano. O Azulão irá encarar o CSE em Palmeira dos Índios, no Juca Sampaio. Já o Galo recebe o Jaciobá no Rei Pelé e conta apenas com um empate para avançar. Todos os jogos da jornada serão realizados nesta quarta (5), às 20h.

 

Time marujo quebrou sequência de nove meses sem vencer os regatianos - Foto: Ailton Cruz

Primeiro tempo

Diferentemente dos últimos clássicos, onde o equilíbrio e o estudo demasiado tomaram conta no início, o começo da disputa deste sábado de feriado foi marcado pelo ímpeto azulino no ataque. O time marujo não deu espaços para o Galo fazer o seu jogo e sufocou bastante a defesa regatiana.

Assim, o Azulão conseguiu criar boas tramas na área adversária. Em algumas situações, pegou a retaguarda alvirrubra de surpresa e no duelo desfavorável. Em outras, teve a felicidade de engatar boas finalizações e obrigou o goleiro Diogo Silva a intervir de forma precisa para evitar o gol da equipe maruja.

Depois da faixa dos 30 minutos, o jogo ficou mais equilibrado e passou a ser bastante batalhado no círculo central do campo. Com isso, o Galo conseguiu até chegar mais perto da área azulina. Apesar das chegadas mais frequentes, os regatianos não conseguiram mandar a redonda na direção do gol e o goleiro Darley continuou com o seu uniforme limpo.

 

Azulão dominou toda a primeira etapa e assustou bastante a zaga do Galo - Foto: Ailton Cruz

Mesmo com o duelo apresentando um certo grau de equiparidade, o Azulão seguiu criando chances e finalizando com perigo. Neste momento da partida, o time azulino também engatou chutes de longa distância. Um deles com Marco Túlio, aos 31, onde o arqueiro Diogo Silva cresceu mais uma vez. O Regatas, por sua vez, apostou na bola aérea para se igualar, também, no jogo ofensivo.

O Galo teve o seu melhor momento na zona ofensiva na reta final da etapa inaugural, mas não conseguiu ser tão impetuoso quanto o Azulão ao decorrer do jogo. O movimentado primeiro tempo chegou ao seu apito final aos 47', após dois minutos de acréscimos. Fim da etapa inicial: CSA 0x0 CRB.

Segundo tempo

A etapa complementar teve um início mais movimentado ainda. As duas equipes já tinham chegado com perigo em menos de cinco minutos de bola rolando. Porém, aos 8 minutos, a rede finalmente balançou. Após um contra-ataque fulminante, Dellatorre recebeu na área e achou Bruno Mota livre. O meia teve tranquilidade para inaugurar o marcador para o Azulão. Placar aberto no Clássico das Multidões: CSA 1x0 CRB.

 

Bruno Mota aproveitou cruzamento rasteiro de Dellatorre para marcar o gol da vitória - Foto: Ailton Cruz

O time marujo até tentou manter a bola no campo ofensivo, mas se deparou com um CRB incomodado com o resultado negativo e cedeu um bom espaço para a equipe regatiana trabalhar a bola. Assim, o Galo começou a partir para cima dos azulinos em busca pelo empate, apostando, principalmente, pela bola alçada na área.

A partida saiu do controle total dos azulinos com a expulsão do lateral Cristovam, que estava improvisado na lateral esquerda. Com menos um em campo, o Galo viu mais espaços aparecerem e partiu com tudo para buscar o empate. Os regatianos dominaram a posse de bola até o fim da partida.

A reta final foi marcada pela pressão alvirrubra. A defensiva azulina foi bastante testada, mas se mostrou sólida e foi garantindo a grande vitória no clássico. O árbitro esticou a partida em cinco minutos, mas não foi o suficiente para o Galo achar o gol e a disputa chegou ao seu último apito na faixa dos 50 minutos com o triunfo marujo por 1 a 0.

 

Azulinos e regatianos voltam a campo pelo Alagoano nesta quarta (5) - Foto: Ailton Cruz

Ficha técnica

CSA - Darley; Norberto, Lucão, Matheus Felipe e Cristovam; Geovane, Gabriel (Marquinhos), Bruno Mota (Patrick) e Aylon (Ítalo); Marco Túlio (Silvinho) e Dellatorre. Técnico: Adriano Rodrigues.

CRB - Diogo Silva; Reginaldo Lopes (Luca Caio), Gum, Ewerton Páscoa (Eduardo Júnior) e Guilherme Romão; Claudinei, Carlos Jatobá (Luidy) e Diego Torres; Calyson (Wesley), Hyuri e Lucão. Técnico: Fernando Alves.

Árbitro - Jonata de Souza Gouveia.

Assistentes - Wellington Thiago de Almeida e Áldrin Freire Costa Matias.

Comentários

Escreva seu comentário
Nome E-mail Mensagem