MUNICÍPIOS

Menino torturado em Pão de Açúcar apresenta melhora no quadro de saúde e deixa UTI

A Polícia Civil ainda não colheu o depoimento da mãe da criança que, inclusive, acompanha o filho no hospital.


icon fonte image

  Fonte: Com Pão de Açúcar Notícias e TV Gazeta

  Foto: Reprodução/Google

Postado : 28/04/2021

O menor de 5 anos, que foi torturado e teve seu corpo queimado pelo padrasto, na zona rural de Pão de Açúcar, deixou a UTI da Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca, e apresenta um considerável quadro de evolução clínica.

Segundo o último boletim médico sobre o paciente, a criança respira sem a necessidade de aparelhos e reage bem à medicação administrada.

No último domingo, após processo de raspagem das áreas do corpo do menor, que foram queimadas pelo padrasto, o mesmo foi internado na Unidade de Terapia Intensiva, para um tratamento mais aprofundado. Embora seu estado de saúde seja considerado estável, ainda não há previsão de alta hospitalar.

 

Depoimento da genitora

 

A Polícia Civil ainda não colheu o depoimento da mãe da criança que, inclusive, acompanha o filho no hospital. O depoimento da mulher é considerado peça fundamental no inquérito policial e deverá acontecer nos próximos dias, obedecendo as condições de segurança da mesma. Fora dos autos, a mãe do menor confirmou as agressões do padrasto e disse que os atos se estendiam a ela e a uma outra filha, de 9 anos, que se encontra atualmente na casa de sua avó, no município de Atalaia. A mãe teria relatado que vivia sob um regime de ameaça, escravidão e muito medo.

Segundo a mesma, o padrasto torturador tinha ciúmes doentio do menino, devido à maneira carinhosa que a mãe tratava o filho. A genitora também teria dito que se sentia totalmente desprotegida, pois morava num local isolado, longe de tudo e de todos e que vivia sob constante ameaça do companheiro.

O padrasto acusado das agressões está preso, à disposição da Justiça, na delegacia da cidade de Batalha.

 

Comentários

Escreva seu comentário
Nome E-mail Mensagem