POLÍTICA

Bolsonaro participa de ato com motociclistas pelas ruas de São Paulo

No encerramento do ato, Bolsonaro prometou isentar motos de pedágio


icon fonte image

  Fonte: Com Agência Brasil - Por Daniel Mello

  Foto: Reprodução/©REUTERS/Amanda Perobelli

Postado : 12/06/2021

O presidente Jair Bolsonaro participou hoje (12) de um passeio de moto com apoiadores pelas ruas da capital paulista. Pela manhã, os motociclistas se concentraram na região da Praça Campo de Bagatele, na zona norte paulistana.

Bolsonaro foi ao encontro após participar da cerimônia de entrega de boinas aos estudantes do Colégio Militar de São Paulo. Ao chegar à concentração, foi recebido com gritos de “mito” e posou para fotos com os participantes.

Trajeto

O trajeto passou por grandes avenidas da cidade, como as marginais Tietê e Pinheiros, até ser encerrado no Parque Ibirapuera, na zona sul paulistana. O grupo passou ainda pela Rodovia dos Bandeirantes até a altura do município de Jundiaí, na Grande São Paulo.

Jair Bolsonaro passeio de moto
Bolsonaro faz passeio de moto - Reuters/Amanda Perobelli/Direitos Reservados

A Secretaria de Segurança Pública de Estado de São Paulo informou que 6,3 mil policiais fizeram a segurança durante o ato. Segundo a pasta, foram usados viaturas, motocicletas, drones e helicópteros.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) interrompeu a circulação de veículos em alguns pontos para facilitar o trânsito dos motociclistas. Linhas de ônibus foram desviadas.

No encerramento do ato, ao discursar de um carro de som em frente ao Monumento às Bandeiras, Bolsonaro anunciou que em novas concessões de rodovias e nas renovações de contrato as motos serão isentas de pedágio. “Toda e qualquer nova concessão de rodovia no Brasil ou renovação, como temos no corrente ano da Rodovia Presidente Dutra e grande parte da malha do Paraná, os motociclistas não mais pagarão pedágio”, disse.

Multa

No início da tarde, o governo do estado de São Paulo informou que multou o presidente Bolsonaro em R$ 552,71 por não usar máscara durante a manifestação. Também foram autuados o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, que também participaram do ato.

 

Comentários

Escreva seu comentário
Nome E-mail Mensagem