NOTÍCIAS

Após greve dos funcionários, Correios é autuado por entregas com atraso

Procon recebeu denúncias de entregas atrasadas há quase quatro meses; empresa poderá ser multada caso não apresente motivo da demora


icon fonte image

  Fonte: Com Gazetaweb - Por Dimitria Pimentel

Caso não cumpra prazo de entrega, Correios pode sofrer pena de multa

Caso não cumpra prazo de entrega, Correios pode sofrer pena de multa   Foto: Reprodução/Gazetaweb/Assessoria/Daniel Martins

Postado : 16/10/2020

Fiscais do Procon Alagoas realizaram nesta sexta-feira (16) uma ação no centro de distribuição dos Correios para estabelecer um prazo para que as encomendas que estão reprimidas no local sejam entregues. Por causa da greve dos funcionários, muitas encomendas e correspondências ainda não saíram da unidade e o que tem prejudicado diversos consumidores.

De acordo com o órgão, os fiscais receberam denúncias referente a demora na entrega das encomendas nas residências e também no resgate presencial. As reclamações apontam atrasos desde o início do mês de agosto. A greve dos funcionários começou no dia 18 de agosto e deixou 40 agências sem funcionamento.

Desse modo, o setor de fiscalização averiguou as queixas dos consumidores e emitiu um auto de constatação ao jurídico do Correios para que, no prazo de até cinco dias, eles expliquem o motivo da demora.

O presidente do Procon, Daniel Sampaio, disse que apesar das facilidades da tecnologia em oferecer suporte para o consumidor em relação a faturas e outras cobranças, ainda há usuários que necessitam de suas correspondências. Ele ainda afirmou que o não cumprimento do prazo estabelecido pela instituição pode acarretar em pena de multa de valor ainda não definido.

Segundo os Correios, o que aconteceu foi apenas um contato para pedir informações sobre quatro encomendas específicas e não houve nenhum auto ou estipulação de prazo. Apenas, um esclarecimento sobre o caso.

Comentários

Escreva seu comentário
Nome E-mail Mensagem